Um vídeo que mostra uma mulher sendo decapitada, publicado na tarde desta sexta-feira (26) por um usuário brasileiro do Facebook, está causando polêmica nas redes sociais por seu conteúdo violento. Mesmo após ser denunciada, a gravação não foi retirada do ar pela rede social.

Com duração de 59 segundos, o vídeo mostra uma mulher ajoelhada, de mãos atadas e de frente para a câmera.

Ela é segurada pelos cabelos por um homem de boné branco e que usa um capuz preto sobre o rosto.

O usuário que publicou o vídeo não indica o local nem a data de gravação. No entanto, é possível notar o carrasco falando espanhol e dizendo a palavra "Zetas".

"Los Zetas" são um grupo mexicano de narcotraficantes, conhecido por perseguições, massacres e execuções violentas, dentre elas a decapitação.

Além do México, o grupo também atua em países da América Central, como a Guatemala.

Saiba o que você pode publicar na internet sem ter problemas com a lei

O vídeo causou indignação em usuários das redes sociais. Nos comentários do próprio vídeo, enquanto alguns perfis perguntavam o motivo da crueldade, outros diziam concordar com o ato já que a mulher, supostamente, teria cometido outros crimes violentos.

Facebook não retira vídeo do ar

A assessoria de imprensa do Facebook no Brasil já está sabendo do vídeo desde o final da tarde de hoje. No entanto, até a publicação desta reportagem, a gravação ainda não tinha sido retirada do ar.

Segundo comunicado oficial da empresa, por meio de sua assessoria, "as pessoas estão compartilhando este vídeo para condená-lo".

Uma das formas de retirar do Facebook um material com conteúdo ofensivo é por meio da denúncia dos usuários que se sentirem lesados.

Nota oficial do Facebook

"As pessoas estão compartilhando este vídeo para condená-lo. Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas. Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem."

COM PORTAL R7

Gosta de notícias? Curta a Página Oficial do Radar no Facebook e fique bem informado!

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única dos autores. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Radar do Vale

{picture#https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash2/v/t1.0-9/10849934_776797895724167_7480781678174134514_n.png?oh=970f1a3b476d2f9483d8a27bc99f77e1&oe=56D8BF32&__gda__=1457772606_61d942716dab1183665e74116d750a10} O Radar do Vale disponibiliza este espaço para sugestões de pautas com temas relacionados ao site. Envie um e-mail para (radardovale@live.com). Por favor respeite e siga nossas regras para participar. {facebook#https://www.facebook.com/rdvonline1} {twitter#https://twitter.com/rdvonline} {google#https://plus.google.com/+RadardovaleBlogspotBr} {youtube#https://www.youtube.com/user/RDVONLINE}
Tecnologia do Blogger.